O Rio de Janeiro comemora cinco anos dos multibenefícios do Programa Amigos do Zippy

O estresse atinge a todos nós com intensidades diferentes e se reflete na forma como nos relacionamos. Quando os sentimentos são desagradáveis, é preciso identificar as emoções e explorar alternativas para lidar com as situações que se apresentam. É exatamente para ensinar isso que a Associação pela Saúde Emocional de Crianças (ASEC) capacita professores no Brasil desde 2004 e no Rio de Janeiro há cinco anos, com o programa Amigos do Zippy (AZ). “Se crianças pequenas aprenderem a lidar com dificuldades, elas estarão mais aptas a lidar com problemas e crises na adolescência e na idade adulta” - essa é a base do Amigos do Zippy, que vale sempre ser relembrada.

Quando o AZ chegou às escolas do Rio, em 2010, pouco se falava sobre trabalhar, de forma estruturada, a Educação para a Saúde Emocional no modelo “S.A.F.E.” em que o Amigos do Zippy se desenvolve: Sequenciado/Ativo/Focado/Explícito, características para atingir os resultados com êxito. Desenvolver as habilidades emocionais e sociais em crianças cariocas que, como toda e qualquer criança do Século XXI está sujeita ao estresse, à violência sendo, em muitas comunidades, vítima da desigualdade social, passou a ser fundamental.

Hoje, 101 escolas de todas as Coordenadorias Regionais de Educação do Município do Rio de Janeiro (CREs) já foram envolvidas e cerca de 15 mil crianças e 425 educadores da rede municipal da cidade foram beneficiados. Nos últimos dois anos o Amigos do Zippy está presente em unidades foco do Programa Escolas do Amanhã, sob a Gestão da Professora Sueli Pontes. Além disso, o tema ganhou pauta e é debatido amplamente para integrar a Base Nacional Comum Curricular (BNC) como parte das habilidades fundamentais para a formação do ser humano.